In Notícias

Segundo a revista “Psiquiatria Molecular”, metade da inteligência dos nossos filhos é fruto da genética e a outra metade depende de uma série de factores, entre os quais a música. E há mais dicas.

Tire o tablet ao seu filho e dê-lhe uma guitarra é a conclusão geral de um estudo publicado recentemente na revista “Psiquiatria Molecular”, de acordo com o qual as aulas de música potenciam a inteligência das crianças, enquanto a tecnologia apenas fomenta certas capacidades.

De acordo com a investigação do neuropsicólogo Álvaro Bilbao (autor do livro “El cerebro del niño explicado a los padres” – “O cérebro da criança explicado aos pais”, em tradução livre), cerca de 50% da inteligência das crianças é determinada pelos genes. A sua relação com o meio ao longo da vida vai determinar o resto.

“Sem os pais, o potencial intelectual da criança não se desenvolve”, afirma, sublinhando que os primeiros seis anos de vida da criança são especialmente importantes para que o seu cérebro crie ligações neurais relevantes.

Assim, para ter um filho inteligente deve dar-lhe amor, cuidar dele e partilhar a sua vida com ele, reforçando condutas positivas, o apoio e as brincadeiras, deixar que se enganem, que socializem e que falem dos problemas, destaca o especialista.

Outras maneiras de desenvolver a inteligência

O jornal espanhol “El País” refere que vários estudos sugerem outras maneiras eficazes de estimular e desenvolver a inteligência da criança. Tais como:

  • Inscrever a criança em actividades artísticas, como música e teatro;
  • Não deixar a criança ver televisão até aos dois anos de idade;
  • Promover o entretenimento cerebral para melhorar a memória a curto prazo (sejam jogos de memória, puzzles ou actividades criativas);
  • Não deixar a criança mexer em dispositivos tecnológicos até aos três anos de idade;
  • Ver filmes em inglês com a criança (ou noutra língua estrangeira) para que se familiarize com uma nova língua;
  • Promover a leitura nocturna. Leia uma história com a criança antes de ela ir dormir, pois vai melhorar a suas capacidades e estratégias de aprendizagem, bem como a criatividade.

 

 

 

 

Notícias Recentes